Carlos Henrique Pereira Maia

A arte é um caminho de paz que conduz a Deus, o Artista dos artistas.

Textos

RENOVAR É PRECISO SIM
      Os investimentos insuficientes em saúde e segurança pública não produzem efeitos com significância estatística sobre a mortalidade. Os índices estatísticos anuais indicam que é significativa a quantidade de pessoas que morrem entre os 60 e os 70 anos de idade por causas naturais, além daquelas que morrem de forma violenta, ou seja, em decorrência de acidente de trânsito, homicídio ou suicídio. O Brasil é um dos líderes mundiais na violência contra crianças e adolescentes que vivem na linha da pobreza com educação de baixa qualidade e, por conseguinte, sem expectativa de um futuro melhor. Essa situação é agravada pela corrupção sistêmica, responsável de desvio de recursos que deveriam ser aplicados nas áreas sociais.
      A Transparência Internacional (movimento global criado para combater o abuso de poder, o suborno de agentes políticos e as negociatas secretas), para exemplificar os casos de corrupção público-privada que assolam as camadas economicamente vulneráveis da sociedade, mencionou o escândalo da Petrobrás instalado entre 2004 e 2014, apontado pelas pesquisas como o segundo maior caso de corrupção em todo o mundo. Ainda não se sabe com precisão o total de recursos que foram desviados da empresa estatal, mas se estima que podem chegar a R$ 42 bilhões, quantia essa que corresponde a algo em torno de 2,5% do PIB.
      As eleições de 2018 serão decisivas para as futuras gerações porque a sociedade ganhará com regras claras num ambiente com mais transparência e menos corrupção por meio da renovação dos atuais ocupantes de cargos eletivos que não envidam esforços no sentido de elaborar leis que atendam os interesses do mercado sem o sacrifício inconsequente dos direitos trabalhistas e previdenciários que têm contribuído para a longevidade do povo brasileiro.
Renovar é preciso sim!


Carlos Henrique Pereira Maia
Enviado por Carlos Henrique Pereira Maia em 11/12/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras